FÓRUM - CONSULTA PÚBLICA

 
 
Manu.embu
Participando da construção do PME
por Manu Embu - segunda, 30 março 2015, 18:01
 

Olá a todos e todas!

Para iniciar este fórum deixo aqui uma pergunta:

Qual a educação que queremos (para a nossa escola,

comunidade, região e cidade)?

 

Um forte abraço,

Manu

 
Imagem de Claudia MC de Souza
Re: Participando da construção do PME
por Claudia MC de Souza - quinta, 16 abril 2015, 11:27
 

PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

CONTRIBUIÇÕES DE UNIDADES DE SAÚDE

O presente relatório está constituído de opiniões narradas por profissionais e usuários a partir

da pergunta feita a todos os serviços de saúde: “Qual educação que queremos para nossa

cidade?

Seis Unidades de Saúde contribuíram respondendo a pergunta acima descrita:

“uma vez que a educação é direito de todos, deveria ser igual também, onde todos têm direito

a professores melhores capacitados, alunos preparados para entrar no mercado de trabalho;

segurança nas escolas; salário digno para professores; modernização (tecnologia) nas escolas;

mais autonomia e respeito para com os professores. Não se pode confundir educação na

escola com educação dentro de casa”.

“um ensino onde os alunos não tenham aprovação automática, as crianças atualmente

chegam ao ensino médio sem saber ler ou escrever direito”. “Políticas de ensino têm que ser

reavaliadas, as escolas estão sucateadas, falta infraestrutura, acessibilidade aos portadores de

deficiência, que deveriam ter um espaço ou atividades que atendam as suas necessidades”.

“professores precisam de reciclagem, sem generalizar, mas alguns não acompanham o novo

método proposto pelo governo e acabam não conseguindo passar para os alunos, o conflito de

gerações também prejudica o aprendizado.”

“a instituição escolar deve ser compreendida em sua interioridade, mas também nas inter-

relações com a comunidade que os rodeia, pois se a cultura tem função de integrar, pode ser

também um fator de diferenciação externa. A escola deve atuar de portas abertas para o

público atendido”.

“eu gostaria que o ensino fosse como antigamente, onde os alunos aprendiam o que estavam

fazendo, não decoravam a matéria como agora, passavam de ano por mérito de suas notas,

crianças de segunda e terceira série sabiam ler e escrever. Hoje vemos adolescentes que não

sabem ler ou escrever uma carta porque passam de ano obrigatoriamente. Os professores

estão desmotivados. O que será de nós no futuro se continuarmos com esta educação”.

“queremos uma educação de qualidade, professores mais recompensados por seu trabalho,

para que tenham animo com a profissão. Mais estrutura nas creches e escolas. Integração da

educação com esportes e cultura para serem criados cidadãos de bem”.

“quero professores mais atenciosos e mais rígidos com os alunos da creche até o ensino

médio, acho que só assim teremos alunos atenciosos, quero que os professores mandem

lições para casa, pois isso normalmente não acontece. Quero uma educação de qualidade e

igual para todas as escolas e em todas as escolas; não quero que os alunos passem de ano

automaticamente, eles têm que aprender, ou então que não passem de ano, assim não

teremos alunos na quarta série sem saber ler”.

“a educação que queremos é ensino de qualidade, parar de passar aluno que não sabe de nada

e voltar a cartilha”.

“queremos de participação mais ativa dos pais, ações permanentes em que a escola mantenha

os pais esclarecidos das mudanças; cursos profissionalizantes (na grade escolar); para os

alunos de inclusão ensino com adequação de acordo com a necessidade do aluno e escola de

tempo integral”.

“que todos possamos ter direitos a ter o mesmo ensino, com as mesmas oportunidades da

escola particular, tendo o direito a fazer uma faculdade”.

“mais professores, menos alunos nas salas de aula; melhores salários para os profissionais;

capacitação dos profissionais; material suficiente para o trabalho; alunos com direito a

qualidade do ensino, informações e oportunidade de desenvolvimento de acordo com seus

talentos”. Considerar “o jovem como produto da cultura para que possam circular pela cidade

como autores e atores”.

“um currículo que inclua o respeito, a política, a espiritualidade e a cidadania”.

“uma educação que inclua além dos aspectos cognitivos, os afetivos e sensoriais,

comprometida com o desenvolvimento pessoal e coletivo”.

“período estendido ocupado por atividades significativas e disponíveis para todos os alunos”

“realizar projeto de integração com as famílias”.

“criar um centro de referência em educação, com equipe multidisciplinar com pedagogos,

psicólogos, fonoaudiólogos, fisioterapeutas em parceria com os educadores”.

“rever o plano de carreira do professor “.

“Revisão “das metodologias de ensino”, mais qualidade das metodologias”.

“[ter um bom método de alfabetização, com valorização do professor e equipe”.]

“mais escolas e mais lazer para as crianças”

“educação comunitária e para a cidadania”

“tirar os comissionados e valorizar quem tem ensino superior”.

“Educação envolve tudo, trânsito, saúde, escola”.

”gostaria que não faltasse “perua escolar”, uniforme e material e também que as professoras

enviassem lição de casa, todos os dias para a interação da mãe com o filho. E sem greve, por

favor!

“uma educação limpa e transparente, diretora não deve ser cargo vitalício, tem que ter

rodízio”.

“a professora não está ensinando direito para a criança, a merenda ta ruim, tem que melhorar,

material que demora muito para chegar; crianças têm dificuldade em aprender porque os

professores não têm paciência em ensinar”.

“os materiais demoram muito para chegar e os uniformes vêm de tamanho muito grande,

desproporcional para as crianças”.

“esperamos que tivesse mais professores, mais criatividade para a criança para que aprenda

mais”.

“mais professores, escolas melhores e um salário bom para eles também porque sem boa

educação não somos nada”.

“mais vagas nas escolas para alunos da cidade, ônibus nas escolas e mais segurança;

professores adequados que gostem do que fazem”.

“queremos que nossos filhos estudem em escolas com boa alimentação, boa educação e bons

professores; cuidar mais das crianças que estudam dar lanches suficientes para todas as

crianças não ficarem com fome”.

“pessoas que atendam melhor as pessoas”.

“eu queria que os governantes dessem melhor condição de trabalho aos professores porque

só assim minha filha vai ter uma boa educação, mesmo porque escola não é depósito de

crianças e adolescentes; em relação a transporte para mim está tudo ok, a alimentação pode

melhorar.

“um pouco mais de respeito do professor com os alunos, melhorar o transporte, diretora

melhorar no respeito e parar de “falar mal” dos alunos”.

“asfalto, alimentação, iluminação mais segurança; professores com boa competência para

educar nossas crianças; bons salários para nossos professores.”

“mais espaço de lazer para as crianças na escola, melhores horários da creche, quem tem filho

na escola e na creche fica fora do ritmo”.

“mudar os horários da escolinha, mais parques para as crianças”.

“cursos gratuitos nas escolas para melhor desenvolvimento dos alunos”.

“na Ressaca precisa de muitos recursos, luz nas estradas, academia de ginástica, lazer para as

crianças e segurança; cursos com diploma como cabeleireiro e manicure, salas de informática

no bairro. Precisamos de ajuda, tem crianças sem

Van escolar, elas vão a pé; agradeço pela oportunidade, o ônibus leva os passageiros na

estrada dos figueiroas”...

“educação pautada nas grandes lições deixadas pelo professor Paulo Freire: construtivista,

reflexiva e crítica diante das necessidades dos estudantes e também da liberdade diretamente

relacionada a esses estudantes”.

“escolas mais limpas, mais humanizadas, professores mais respeitados pelos alunos, sociedade

e governantes”.

“educação de boa qualidade, com conteúdo e não só para passar de ano”.

“melhores condições dos prédios escolares”

“aulas menos cansativas e mais criativas”.

“escolas mais atualizadas, mais condições de aprendizagem

“mais conteúdo e aprimoramento”

“escola de horário integral, de qualidade”

14/04/2015

Imagem de Daniela Lopes
Re: Participando da construção do PME
por Daniela Lopes - segunda, 4 maio 2015, 00:11
 

Contribuições dos Educadores do CED Armando Vidigal.

 

Proposta para o eixo 4 Educação Especial

Estratégias ADITIVA

  • Garantir o atendimento no Centro Educacional Armando Vidigal dos 0 (zero) a 14 anos e 11 meses, seguindo a data base de matriculas da rede;

  • Garantir atendimento para os alunos de 14 anos e 11 meses a 17 anos e 11 meses, permanência no Centro Educacional Armando Vidigal através de uma avaliação da equipe multidisciplinar, com prioridade de permanência àqueles que por impedimento na saúde, limitação física e com deficiência intelectual severa, que ainda não se beneficiariam na rede regular de ensino.

  • Promover encontros entre os profissionais da SAED, Armando e professores com alunos de inclusão para fortalecer e acompanhar o trabalho de inclusão na rede regular municipal;

  • Garantir equipe multidisciplinar para avaliação e acompanhamento dos alunos que receberão e permanecerão em atendimento no CE Armando Vidigal. Esta equipe deverá ser composta por Pedagogo, Prof. especialista, coordenador da SAED, fonoaudióloga, terapeuta ocupacional e psicóloga.

  • Construir no prazo de 02 anos o currículo da educação especial no município;

  • Garantir o funcionamento das salas de recursos na rede regular conforme nota técnica 11/2010 do Atendimento Educacional Especializado;

  • Instituir instrumentos de avaliação periódicos para acesso e permanência dos educandos na rede regular de ensino e no Centro Educacional Armando Vidigal;

  • Garantir um mediador na rede regular com a função exclusiva de apoio nas atividades desenvolvidas em sala de aula para os alunos com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação;

  • Garantir materiais didáticos pedagógicos e especifico para o trabalho educacional no Centro Educacional Armando Vidigal e SAED;

  • Promover e articular políticas de educação para o mundo do trabalho para as pessoas com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação;

  • Garantir formação continuada oferecida pelo municipio para os profissionais que atuam no CE Armando Vidigal, SAED E Professores com inclusão de alunos com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação;

 

Estratégias SUPRESIVA

  • META 4.12 –

Acrescentar a palavra VIABILIZAR E RETIRAR A PALAVRA Estimular

META 6

6.5)Garantir a educação e tempointegralpara pessoas com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação na faixa etária de 4 a 17 anos, assegurando atendimento educacional especializado complementar e suplementar ofertado em salas de recursos multifuncionais da própria escola ou em instituiçõesespecializadas;

OBS: As alterações realizadas na meta estão em negrito;

6.5)Garantir a educação e tempointegral mediante avaliação multidisciplinar para pessoas com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação na faixa etária de 4 a 14 anos e 11 meses, acima da idade será submetida a avaliação, assegurando atendimentoeducacional especializado complementar e suplementar ofertado em salas de recursos multifuncionais da própria escola.

Manu.embu
Re: Participando da construção do PME
por Manu Embu - segunda, 4 maio 2015, 00:26